• Brasão Prefeitura de Quatis
  • Prefeitura
    de Quatis
  • Rua Ana Ferreira de Oliveira, N° 47, Bondarowsky

  • Atendimento:
    08:00 às 17:00

  • Telefone:
    (24) 3353-2918

Menu Principal

Notícias

Assistência Social ganha novo centro de referência e amplia ações pelos direitos da população

Por em 10/01/2019

A conclusão das obras da unidade do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) do bairro Jardim Pollastri está entre as realizações destacadas pelo prefeito Bruno de Souza (MDB), na área da assistência social e de direitos humanos, durante o biênio 2017-2018. Desde a semana passada, o prefeito vem divulgando um balanço das ações mais importantes da sua administração, ao longo dos últimos dois anos, nos setores essenciais da prefeitura. Os setores já destacados pelo prefeito foram os seguintes: saúde, educação, ordem urbana, obras e desenvolvimento rural.

        Construído através de um convênio da prefeitura com o Governo Federal, o CRAS do Jardim Pollastri tem 165 metros de área construída dentro de um terreno de 450 metros quadrados cedido pela própria administração municipal. A unidade conta com uma sala multiuso de 35 metros quadrados, sala de atendimento, sala para a coordenação, recepção, área de serviço e dois banheiros.

A previsão é de que o novo CRAS comece a funcionar ainda neste semestre, concentrando as atividades e os programas sociais oferecidos às famílias dos seguintes bairros: Bondarowski, Centro, Mirandópolis, Barrinha, Pilotos, Jardim Pollastri e Bela Vista. As famílias residentes em outros bairros são acompanhadas pela unidade do CRAS do Jardim Independência. Uma unidade volante da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos garante o atendimento às famílias das comunidades rurais.

- É importante destacar que, dentro das ações promovidas pela nossa administração, temos ainda diversos programas sociais para crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, nas áreas da cultura e da formação profissional, por exemplo. O projeto Música Para Todos, que é proveniente da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, acontece dentro do CRAS do Jardim Independência. Isso porque além de oferecer uma alternativa de formação cultural, esta iniciativa visa também promover o bem-estar social dos alunos que dele fazem parte – disse o prefeito Bruno de Souza (MDB).

De janeiro de 2017 a dezembro de 2018, a prefeitura investiu também nos programas de inclusão social destinados aos segmentos da criança, do jovem e do adolescente, incluindo os cidadãos com deficiência. Em 2017, foi lançado, numa cerimônia realizada no auditório do Colégio estadual Américo Pimenta (Centro), o projeto ID Jovem, que tem como objetivo oferecer incentivos em espetáculos culturais e recreativos, além de benefícios no transporte intermunicipal de ônibus. Os jovens de 15 a 20 anos moradores da cidade podem fazer suas inscrições para os projetos nas duas unidades do CRAS (Centro e Jardim Independência), ou na Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, que funciona no prédio da prefeitura.

Entre as ações voltadas à formação profissional dos jovens e adolescentes de Quatis, a prefeitura garantiu o aprendizado no ramo de hotelaria e serviços para estes segmentos, por meio de uma parceria com a Fundação CSN (Volta Redonda). Moradores do Município na faixa etária de 16 a 29 anos foram capacitados nas turmas de 2017 e 2018, dentro das áreas de recepção de hotel, cozinha, eventos, garçom e atendimento ao cliente.

 Uma das ações de inclusão social desenvolvidas pela prefeitura também formou duas novas turmas (uma em cada ano). O Programa Produtor Mirim entregou certificados para cerca de cem adolescentes da cidade, os quais, durante o tempo de permanência no projeto, aprenderam técnicas de plantio; participaram de encontros sobre noções de cidadania, saúde preventiva, meio ambiente e direitos humanos, além de receberem uma bolsa auxílio mensal, no valor aproximado de R$ 120,00.

Através do Produtor Mirim, a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos do Município aprimorou também o Programa Sacola Verde, cujas verduras e legumes são cultivados na horta da prefeitura, ao lado do escritório local da EMATER-RJ (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro), no bairro Jardim Pollastri. A produção é doada para famílias de baixa renda atendidas pelos programas sociais do Município. Só no mês de agosto do ano passado, por exemplo, foram cultivados 600 pés de alface, 300 pés de almeirão, 50 cabeças de repolho, 20 quilos de jiló, 20 quilos de berinjela, cinco de beterraba, além de plantas medicinais, como boldo, capim cidreira e erva doce, entre outras.

As ações de prevenção e enfrentamento da violência contra a mulher também foram reforçadas pela prefeitura no biênio 2017-2018. Diversas iniciativas preventivas, entre elas duas passeatas, a campanha educativa Laço Branco e a campanha educativa Agosto Lilás, estiveram entre estas ações, as quais são promovidas pelo CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), cuja localização fica na Rua coronel José Leite 172, próximo à antiga estação ferroviária do bairro São Benedito.

O atendimento às mulheres vítimas da violência no CREAS é feito por psicólogos, assistentes sociais, técnicos sociais, funcionários administrativos e uma advogada. A equipe oferece às mulheres que procuram o serviço todo o atendimento necessário nas áreas de assistência social e assistência jurídica, prestando a assistência inicial, encaminhando e acompanhando os casos registrados juntos aos órgãos competentes, como polícia civil, ministério público e poder judiciário.

Ainda no caso do atendimento às mulheres vítimas da violência, a Prefeitura de Quatis participa do movimento regional entre as prefeituras do sul fluminense que culminou, no ano passado, com a instalação da Casa da Passagem. Localizada em Volta Redonda, a Casa da Passagem é uma unidade pública destinada a acolher as mulheres vítimas da violência doméstica. Um orientador social da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de Quatis faz parte da equipe de funcionários da Casa da Passagem.