• Brasão Prefeitura de Quatis
  • Prefeitura
    de Quatis
    Laço Azul em conscientização ao Novembro Azul
Menu Principal

Notícias

Bairro novo: Céu Azul terá drenagem, asfalto, arborização e melhorias na iluminação

Por em 07/11/2018

“O asfaltamento das ruas, que começa ainda neste mês de novembro, vai representar um passo importante para transformar o Loteamento Céu Azul em um verdadeiro bairro novo”. A afirmação foi feita na manhã desta quarta-feira, 07, pelo prefeito Bruno de Souza (MDB), ao destacar novamente “o grande alcance social” que essa obra representará no dia a dia das mais de 50 famílias residentes no loteamento. O asfaltamento era aguardado pelos moradores do loteamento há pelo menos dez anos, e representará investimentos da ordem de R$ 721 mil.

Segundo o prefeito, os trabalhos de infraestrutura no bairro não vão se limitar à pavimentação das ruas, “mas serão precedidos dos serviços de drenagem e posteriormente de outras melhorias essenciais ao bem-estar das famílias locais”.     A pavimentação do Céu Azul está entre as obras que a Prefeitura de Quatis está iniciando no mês de aniversário da cidade. No próximo dia 25 de novembro, a cidade de Quatis vai comemorar 26 anos de existência – o atual município era distrito de Barra Mansa.

 No caso do loteamento, que se localiza na parte alta do Município, na região do Jardim Independência, os serviços de drenagem começarão até a próxima semana. Nesta etapa dos trabalhos de infraestrutura no bairro, a prefeitura realizará a recuperação total da rede de águas pluviais e da rede coletora de esgoto, incluindo a colocação de manilhas novas e instalação de bueiros nos trechos mais altos, visando garantir o escoamento da água, “já que grande parte das vias públicas é muito íngreme”, conforme frisou o prefeito. Posteriormente, vão ser feitas a colocação do meio-fio, a construção de calçadas e o plantio de mudas de árvores nativas. O projeto de urbanização do Céu Azul teve ainda a aprovação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

A realização de melhorias no sistema de iluminação pública também está entre os serviços planejados para o Loteamento Céu Azul. Segundo o prefeito, o sistema vai receber novos braceletes e as lâmpadas atuais vão ser substituídas por lâmpadas mais potentes e econômicas, “a exemplo do que já vem acontecendo em outros bairros da área urbana e das comunidades rurais”. Todos os trabalhos de infraestrutura no Loteamento Céu Azul estarão sob a coordenação da Secretaria Municipal de Obras, Urbanismo e Serviços Públicos.

O Loteamento Céu Azul começou a ser habitado há mais de dez anos, sem que os serviços de pavimentação tivessem sido realizados, o que, ao longo dos últimos anos, tem causando transtornos constantes aos moradores, principalmente na época das chuvas. No ano passado, por exemplo, em razão do estado caótico das ruas, a prefeitura realizou um serviço provisório, através da colocação de escória.

 Devido ao alto custo da obra de pavimentação, orçada inicialmente em cerca de R$ 1 milhão, o prefeito Bruno de Souza (MDB) determinou a elaboração de um projeto técnico visando obter recursos federais, “mas este alternativa não alcançou o resultado esperado”, motivo pelo qual a prefeitura decidiu realizar o asfaltamento com recursos próprios do Município. Bruno frisa, no entanto, que a disponibilidade de recursos próprios reservados ao asfaltamento do Céu Azul, “só foi possível graças às medidas de contenção de gastos adotadas pela sua administração, desde outubro de 2015”, quando ele exercia seu primeiro mandato à frente da Prefeitura de Quatis:

- A austeridade nos gastos municipais nos possibilitou um superávit financeiro de aproximadamente R$ 5 milhões, entre o exercício financeiro do ano passado e o exercício financeiro deste ano. Estes recursos próprios excedentes vão ser utilizados em obras de infraestrutura, que vamos iniciar neste mês de novembro, quando Quatis vai completar mais um aniversário. O aniversário da nossa cidade, portanto, será comemorado com novos investimentos, o que comprova a eficiência do nosso governo na administração dos recursos públicos. É a prefeitura retornando com obras e serviços o imposto que a população paga – concluiu o prefeito.