• Brasão Prefeitura de Quatis
  • Prefeitura
    de Quatis
  • Rua Ana Ferreira de Oliveira, N° 47, Bondarowsky

  • Atendimento:
    08:00 às 17:00

  • Telefone:
    (24) 3353-2918

Menu Principal

Notícias

Dengue continua sob controle em Quatis, mas chegada do período crítico amplia ações de prevenção

Por em 06/02/2019

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, as ações visando diminuir a formação de focos do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika em Quatis continuam mantendo a situação das doenças sob controle no Município neste começo de ano. De acordo com o Serviço de Vigilância Sanitária e Ambiental da prefeitura, até esta quarta-feira não há notificações sobre casos suspeitos na cidade.

No entanto, dois motivos preocupam as autoridades locais de saúde: a chegada do período mais crítico para a proliferação do Aedes Aegypti e o número expressivo de casos de chikungunya em outras cidades do estado do Rio de Janeiro. Na foto, uma ação educativa contra a dengue realizada na Praça Teixeira Brandão.

        Diante destes dois fatores, a Vigilância Sanitária de Quatis divulgou novamente nesta semana os cuidados básicos que devem ser adotados pela população no dia a dia visando evitar o aparecimento de casos destas três doenças. O período considerado mais crítico é o trimestre formado pelos meses de março, abril e maio. Já com relação a chikungunya, no mês de janeiro foram registrados 1.850 casos em outros municípios fluminenses. No mesmo período do ano passado, as autoridades sanitárias constataram 850 casos no estado.

        - A cidade de Quatis não registrou até agora nenhuma suspeita de casos das doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti. Certamente, o controle é resultado do trabalho realizado de forma permanente pela prefeitura com o objetivo de orientar os moradores sobre os procedimentos voltados à prevenção contra focos, o recolhimento de objetos com água parada e as operações diárias para o recolhimento de lixo e entulho no Município - afirmou a coordenadora do Serviço Municipal de Vigilância Sanitária e Ambiental, Marta Maria da Silva Pires.

No entanto, segundo Marta, “o fato de os resultados positivos estarem sendo alcançados não significa que a guerra contra o mosquito está ganha”. Ela explica que, “justamente pela proximidade do período mais crítico, os cuidados devem ser redobrados, especialmente nos meses de março, abril e maio, quando o número de notificações sobre dengue costuma crescer em todo o território nacional”. Em Quatis, as visitas domiciliares são realizadas toda semana e cada comunidade recebe a visita dos vigilantes sanitárias pelo menos uma vez a cada bimestre.

Como a grande a maioria dos focos do mosquito Aedes Aegypti é encontrada dentro dos imóveis particulares, as recomendações principais das autoridades de saúde do Município para evitar a proliferação dos insetos são as seguintes: tampar tonéis e reservatórios de água; manter calhas limpas; deixar as garrafas com a boca virada para baixo; limpar regularmente os ralos do imóvel; optar por vasos de planta com areia e lavar com escova os potes de água dos animais domésticos, além de remover folhas de árvores, galhos e todo e qualquer objeto que possa acumular água parada.

Com o objetivo de reforçar as ações de prevenção contra estas doenças, a Secretaria Municipal de Saúde planeja para as próximas semanas realizar um mutirão de limpeza na cidade. A data de realização do mutirão ainda vai ser definida.

A coordenadora do Serviço de Vigilância Sanitária da Prefeitura de Quatis lembra também que diante da manifestação de qualquer sintoma da dengue, as pessoas devem procurar imediatamente o serviço de saúde mais próximo. Os sintomas principais são os seguintes: febre alta, dores musculares intensas, dor ao movimentar os olhos, mal estar, dor de cabeça, falta de apetite e manchas avermelhadas no rosto.