Prefeitura de Quatis

Menu Auxiliar
Página Principal
Mapa do Site
Entre em Contato - Ouvidoria
Assessibilidade

SIGA-NOS

Twiter Facebook

Notícias

Quatis é destaque no combate ao Aedes aegypti no estado do Rio Por em 01/03/2016
  O Ministério Público do Rio de Janeiro, por meio do Instituto de Educação e Pesquisa (IEP-MPRJ), criou uma nova ferramenta no combate ao Aedes aegypti e às doenças que o mosquito transmite, como dengue, chikungunya e zika. A medida, chamada de “10 minutos Salvam Vidas”, é uma parceria do governo do estado, dos municípios e do MPRJ, que traz periodicamente informações atualizadas sobre o que está sendo feito em cada município fluminense, permitindo diagnósticos mais céleres e precisos para atuação dos promotores de Justiça e dos gestores da saúde pública.
 O mapa divulgado pelo MPRJ apresenta um panorama da dengue no estado do Rio, considerando o número de casos suspeitos a cada 100 mil habitantes em 2016. Quatis foi a cidade que teve a menor média da região. O município também foi destaque nos casos notificados de síndrome exantemática em gestantes, pois não teve nenhuma notificação de grávidas contaminadas no município. Até fevereiro, foram notificados 3.868 casos dessa síndrome em gestantes em outros municípios do estado. Quatis também superou a meta de imóveis vistoriados pelos agentes de Saúde e de Endemias, sendo a nona colocada de todo o estado.
 Sabendo da importância das medidas de prevenção contra o mosquito Aedes aegypti, a prefeitura vem realizando ações diariamente nos bairros, a fim de manter a cidade com os melhores índices possíveis, gerando, assim, uma melhor qualidade de vida para os munícipes. Outra mobilização também realizada pelo Executivo, em parceria com a Secretaria de Saúde e com a Secretaria de Educação, é o programa “Saúde na Escola” (PSE). A primeira ação deste programa aconteceu na Escola Henry Nestlé na semana passada e a próxima está programada para quinta-feira, dia 3, em outras escolas do município.
 O prefeito de Quatis, Bruno de Souza (PMDB), ficou feliz com o resultado divulgado e revelou que as ações precisam ser constantes. “Nossos agentes de saúde e de endemias estão diariamente nos bairros vistoriando e propagando as medidas de prevenção. Mas também alerto aos moradores que continuem fiscalizando suas casas e bairros para que possamos manter esse índice sob o controle”, finalizou.
Fonte: http://publicacao.mprj.mp.br/iep/boletim_01/files/assets/common/downloads/publication.pdf
Saneamento Básico
 A Estação de Tratamento de Esgoto, que antigamente não funcionava no município, está operando na cidade em quase 60% das moradias. A meta da prefeitura é ampliar o serviço no município e consequentemente ajudar na prevenção do Aedes aegypti. Vale lembrar que a ETE ficou mais de 15 anos parada e o atual governo reformou a estação. Outro dado importante de frisar é que 45% dos municípios brasileiros não possuem saneamento básico, diferentemente de Quatis, que com essa ação realizada ajuda a evitar a proliferação de doenças e outras mazelas.